sábado, 22 de novembro de 2008

SEIS VIATURAS DA POLÍCIA MILITAR PASSAM A ACESSAR INTERNET, DENTRE ELAS TRÊS SÃO DO BATALHÃO DE CHOQUE.

Cel. Magno Silvestre, Comandante Geral da PM/SE, testando os novos equipamentos


Cap. Manoel Alves, Subcomandante do Batalhão de Choque



Um veículo suspeito é parado em uma barreira montada pela Companhia de Polícia Rodoviária (CPRv). O motorista se identifica e os policiais recorrem ao computador da viatura para checar as informações. Em segundos, sua ficha completa é acessada, revelando que ele tem antecedentes criminais e um mandato de busca, emitido em Pernambuco. Imediatamente o motorista é detido e o carro, vasculhado.

A ocorrência é fictícia, mas a agilidade na resolução de determinados crimes é apenas um dos benefícios que o cidadão passou a ter na manhã desta sexta-feira, dia 21, quando o coronel Alberto Magno Silvestre dos Santos, comandante geral da PM, realizou a entrega de seis mini modens OI, USB C120, a três viaturas do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq), dois da Companhia de Polícia de Radiopatrulha (CPRp) e uma da CPRv.

“A Polícia Militar dispõe de seis viaturas com computadores de bordo instalados. A partir deste momento, todas passam a acessar a internet, o que facilitará o trabalho dos policiais na rua. Teremos uma identificação imediata sobre pessoas e veículos abordados ou procurados. Com certeza o trabalho da corporação será otimizado”, destaca o coronel Magno.

O mini modem é um dispositivo de comunicação móvel que conectará os policiais militares à internet, podendo ter acesso a sites como o da Rede Infoseg, Tribunal de Justiça, Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam), e tantos outros que determinada ocorrência exigir na busca pelo reconhecimento de acusados e foragidos da justiça, por exemplo. “A união entre tecnologia e operacionalidade facilitará o trabalho da tropa em todas as situações. Com isso poderemos apresentar uma resposta mais eficiente à sociedade. Será um diferencial na prestação do serviço de segurança pública em Sergipe”, afirmou o capitão Manoel Alves, subcomandante do Batalhão de Choque.

Para manter os pequenos equipamentos nas viaturas, a PM investe mensalmente R$ 70 em cada aparelho. Com isso, os policiais que estiverem de serviço e utilizarem tais viaturas poderão acessar os sites que forem úteis para obter informações cruciais em momentos de prisões e apreensões. “A viatura da Companhia de Polícia Rodoviária que possui o computador de bordo atua no posto da cidade de Indiaroba, divisa de Sergipe com a Bahia. Esse é um ponto estratégico no combate ao crime, sobretudo para os policiais da CPRv que estão em constante mobilidade. Podemos identificar e confirmar se os condutores de determinado veículo são realmente os proprietários em uma consulta sentados na própria viatura”, comentou o major Elias Linhares, comandante da CPRv.

O capitão Vitor Anderson de Moraes Santos, comandante da CPRp, afirma que certamente o número de prisões e apreensões devem aumentar, já que as consultas podem ser realizadas no momento exato em que a necessidade surgir. “Até para a segurança do policial militar o acesso à internet é importante, pois iremos abordar determinado veículo, por exemplo, já sabendo o que podemos encontrar. Pela placa do carro ou motocicleta, saberemos o histórico do veículo e a forma como deverá ser conduzida a abordagem. Outro avanço é que serão seis viaturas a menos ocupando os telefones do Centro de Operações Policiais Militares (Copom) na busca por informações que podem ser obtidas em tempo real”, explicou o comandante da Radiopatrulha.

O acesso à internet por parte dos computadores é aberto, porém restrito a endereços eletrônicos que não sejam condizentes com a prática do trabalho policial. Caso haja necessidade de tais viaturas solicitarem apoio de outras unidades em determinada ocorrência, o contato permanece através do Copom ou dos telefones funcionais distribuídos entre os comandantes de cada tropa.

Nenhum comentário: