sábado, 21 de fevereiro de 2009

CARNAVAL 2009: TAMBÉM NO INTERIOR, O BPChq ATUARÁ EM CONJUNTO COM OUTRAS UNIDADES PARA GARANTIR UMA FESTA TRANQUILA A TODOS OS FOLIÕES.

Para manter a tranqüilidade dos foliões e preservar a alegria do carnaval de rua nos diversos municípios sergipanos, a Polícia Militar de Sergipe montou um grande esquema de segurança, que envolve a participação de 4.820 policiais militares na capital e no interior. Somente na capital, serão 1.500 militares, enquanto 3.320 policiais estarão empenhados no policiamento interno e periférico dos eventos carnavalescos realizados nos municípios interioranos.

Os 3.320 policiais designados pelo Comando do Policiamento Militar do Interior (CPMI) atuarão especialmente nos carnavais dos municípios de Canindé do São Francisco, Rosário do Catete, Itabaianinha, Estância, Lagarto, Simão Dias, nos povoados Ilha do Ouro, em Porto da Folha, e Terra Caída, em Indiaroba. Receberão reforço policial da capital os carnavais previstos no calendário do governo do Estado, como é o caso de Neópolis, Pirambu, e as comemorações carnavalescas das praias da Caueira e Abaís, que atraem um maior número de foliões, entre sergipanos e turistas.

Nesses locais, haverá o emprego de tropas especializadas, a exemplo dos militares do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq), Companhia de Polícia de Radiopatrulha (CPRp), Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRv), Companhia de Polícia de Trânsito (CPTran) e Esquadrão de Polícia Montada (EPMon). A modalidade de policiamento a pé recebe também o reforço dos militares da capital em Neópolis e Pirambu, de militares do 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) na Caueira, e de policiais do 7º Batalhão de Polícia Militar (7º BPM) no Abaís. Militares do 4º Batalhão de Polícia Militar intensificam também a segurança do município de Neópolis.

Em Neópolis, um número de 900 policiais trabalhará desde a abertura do carnaval, que já se inicia na noite desta sexta-feira, 20, até o encerramento da festa, na terça-feira, 24. Nove viaturas auxiliarão o trabalho dos militares. A novidade neste carnaval será o emprego de uma lancha do Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb), que auxiliará no patrulhamento fluvial do carnaval de Neópolis. Monitorada por cinco policiais militares do Pelotão Ambiental, a lancha estará à disposição dos foliões para evitar acidentes nas margens do rio São Francisco e atender possíveis ocorrências durante os cinco dias de carnaval da cidade.

Em Pirambu, a segurança dos foliões será garantida por 800 policiais, que terão o apoio de 39 viaturas, quatro bicicletas da Companhia de Policiamento Turístico (CPTur) e quatro conjuntos do Esquadrão de Polícia Montada (EPMon). Já nas areias da praia do Abaís, no município de Estância, 400 militares serão empregados no policiamento ostensivo, com o apoio de 10 viaturas. Na Caueira, também em Estância, serão empregados 400 policiais, além de seis viaturas, quatro bicicletas da CPTur, duas motocicletas do 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM) e duas motocicletas da Radiopatrulha.

Outros 120 policiais militares serão empregados no policiamento dos dos festejos de Canindé do São Francisco, 120 em Itabaianinha, 120 em Rosário do Catete, 120 em Porto da Folha, 120 em Simão Dias, 110 em Estância, 100 em Lagarto, 60 no povoado Terra Caída, e 40 no município de Cumbe.

De acordo com o comandante do CPMI, coronel Genário dos Santos João, a Polícia Militar cumprirá satisfatoriamente a tarefa de segurança pública, a fim de garantir a tranquilidade dos foliões nos diversos municípios sergipanos. “Mas para que o Carnaval comece e termine em paz, é necessário que os foliões se divirtam com responsabilidade, evitando o excesso de bebida, de documentos e de dinheiro na carteira. Vale lembrar que se for beber, procure voltar para casa de carona ou transporte público”, recomenda o coronel Genário.

Um comentário:

2 SGT PM FILIPINO disse...

AOS MEUS IRMÃOS DE SERGIPE, UM FORTE ABRAÇO E DESEJOS DE QUE NESSAS FESTAS DE CARNAVAL, TUDO TRANSCORRA NA MAIS PERFEITA HARMONIA E TRANQUILIDADE, QUE DEUS PROTEJA A TODOS DO BATALHÃO DE CHOQUE NO DIA A DIA DE TRABALHO PROTEGENDO E ORIENTANDO-OS.